Make your own free website on Tripod.com
O Problema do Clima


Uma das maiores preocupações atuais dos cientistas na área de estudos climáticos e ambientalistas do mundo todo é a manutenção do equilíbrio térmico da atmosfera terrestre, gradativamente comprometido pelas atividades industriais e pela queima em grande escala da biomassa da terra.

Os efeitos danosos ao ambiente gerados pelo dejeto de resíduos do processo industrial gerado pelo desenvolvimento atingem vários bens ambientais, entre eles o ar, mais precisamente a atmosfera.

Como exemplo temos o problema com o ozônio, gás responsável pela “camada de ozônio” (que está em zonas mais altas da estratosfera, entre 12 e 50 km de altitude) que impede a penetração livre e em grande escala dos raios ultravioletas (que fazem mal a vida animal). Entretanto com o crescimento da emissão de gases que consomem esse ozônio, a camada de ozônio vem sofrendo diminuição, criando uma espécie de “buraco na atmosfera” conhecido como “buraco de ozônio”, por onde os raios ultravioleta passam com alto grau de perigo para os seres vivos.

O ambiente também é diretamente atingido por esse “buraco”, pelas modificações na cadeia alimentar, visto que certas espécies de animais e plantas são extremamente sensíveis a radiação, como os anfíbios anuros (sapos, rãs e pererecas). Além disso, a destruição desta camada de ozônio pode contribuir com o derretimento de parte do gelo da calota polar, causando o superaquecimento do planeta.

Pela ordem decrescente de limpeza podemos classificar a utilização do gás, do petróleo e do carvão como produtores de poluição atmosférica, todos eles colaborando para três grandes problemas: o aquecimento global, a poluição urbano-industrial do ar e a acidificação do meio ambiente. E esses problemas estão intimamente relacionados.

Com o aumento considerável na concentração de gás carbônico na atmosfera (provocado principalmente pela queima de combustíveis fósseis e desmatamentos), forma-se uma espécie de “coberta” sobre a Terra impedindo a expansão do calor. esse fenômeno atmosférico é chamado de Efeito estufa, sendo este o outro responsável pelo aumento da temperatura média da Terra.

O crescente aumento do teor do gás carbônico na atmosfera faz com que a temperatura da Terra esteja em constante crescimento, o que pode ocasionar grandes distúrbios climáticos.

Outro responsável por estes distúrbios é o fenômeno El niño, aumento anormal de temperatura da superfície do mar no Pacífico-Leste, que ocasiona a diminuição do potencial pesqueiro da região atingida, aumento de temperaturas, desequilíbrio climático com influências nos processos hídricos como quantidade de chuvas, formação de nuvens entre outros, influindo assim em vários campos de atividades humanas como por exemplo na agricultura.

Entretanto esse é um fenômeno natural, sem relação com a poluição.


Convenção sobre Mudanças Climáticas

Convenção de Diversidade Biológica