Make your own free website on Tripod.com
Saldo após 10 anos


Hoje em dia, chega-se à conclusão que a maioria dos países ricos tem a falsa noção de que sustentabilidade é um objetivo apenas para países pobres. Afinal, este grupo não cumpriu os compromissos assumidos no Rio em 1992 de redução de consumo e impacto sobre os recursos naturais e meio ambiente, tampouco disponibilizou os recursos financeiros acordados para financiar a implantação da Agenda 21 junto aos países pobres.

Muitos dizem que, enquanto os poucos países ricos não derem o exemplo e cumprirem os acordos da Rio 92, os países em desenvolvimento não levarão a sério a responsabilidade de proteção ambiental.

Esses últimos, por sua vez, pareceram ignorar o termo "sustentável" da expressão "desenvolvimento sustentável", preocupando-se apenas com a primeira palavra (desenvolvimento). Desse modo, até hoje repetem os mesmos erros cometidos pelos países ricos há décadas, com ferramentas e tecnologias ultrapassadas.

Ao longo desses dez anos, a diferença entre os países ricos e pobres aumentou, uma vez que o modelo de desenvolvimento adotado privilegia o consumo e o desperdício excessivos, orientando-se mais para o crescimento econômico do que para as necessidades humanas.

Um levantamento feito pelo Instituto Worldwatch traz os seguintes números recorrentes á essa última década:

Porém, nem todo o saldo foi negativos nesses últimos dez anos, como mostram os itens abaixo:




Protocolo de Kyoto

O que será a Rio+10?